rebelião

knot
Eu não moro mais na dor
Eu fui embora de mim
Fiz da casa em que me tinha
Seu poço de saudades
Anzol na sua mão

E hoje sou tempestade
Corro a cidade, nua
Sou muitas, sou mil meninas
Nenhuma delas, sua

Me banhei em sete mares
Em todos os lugares
Vivi um grande amor

E venci em novas guerras
Plantei na minha terra
A minha direção

E hoje sou intensidade
Como a cidade, crua
Sou tanto, sou mil meninas
Nenhuma delas, sua

Desenhei a minha arte
Levei meu estandarte
Em meio à multidão

E bebi todas as letras
De novos argumentos
Me fiz em construção

E hoje sou liberdade
Tomo cidades, ruas
Sou todas, sou mil meninas
Nenhuma delas, sua

Nunca mais, entre paredes
Pensei uma pessoa
Fiz disso intenção

E os grilhões de outras tantas
Quebrei com nossas tranças
Nossa rebelião

E hoje sou diversidade
Mais do que sol, sou lua
Sou tudo, com mil meninas
Nenhuma delas, sua

2 comentários em “rebelião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s